Ato de Coragem


Quem me acompanha sabe que minhas paixões são livros, filmes e música. Quem me conhece de pertinho está acostumado com minhas indicações nesses quesitos. Coisa difícil é responder para alguém que me pede para escolher um único filme, livro ou música como preferidos. Escolher um pode significar deixar os outros tantos, tão maravilhosos quanto, como inferiores, e nem sempre o são. Pois em cada aspecto um pode nos marcar mais profundamente.

Um dos filmes que me deixou pensativa nesses últimos anos e, que eu revi várias vezes e ocupa lugar na minha estante é Ato de Coragem. O filme é de 2012, não confundam com Um Ato de Coragem, de 2002, que também é bom, mas nem tanto. Não vou contar o filme aqui, só adianto que em lugar de atores foram colocados em cena militares reais, com armas e táticas reais. A história é ficção e conta uma série de missões originadas após a descoberta de uma agende da CIA infiltrada num cartel narcotráfico. 

Ok. Opções não faltam de filmes com operações militares americanas e são patriotas e políticos. Muitos outros já me tocaram, mas esse teve algo a mais. Não sei se pela história dos familiares dos militares, pela amizade entre eles, pelo envolvimento com o dever e com a honra tão intensos ou pela narrativa. Acho que é todo o conjunto. E para completar, teve esse poema abaixo, de Tecumseh, que é uma lição para a vida.


Viva sua vida de forma que o medo da morte nunca possa entrar em seu coração.
Nunca incomode ninguém por causa de sua religião:
Respeite os outros em seus pontos de vista, e exija que eles respeitem os seus.

Ame sua vida, aperfeiçoe sua vida, embeleze todas as coisas em sua vida.
Busque fazer sua vida longa e de serviços para seu povo.
Prepare uma canção fúnebre nobre para o dia quando você atravessar a grande passagem.
Sempre dê uma palavra ou sinal de saudação quando encontrar ou cruzar com um estranho em um local solitário.
Demonstre respeito a todas as pessoas, mas não se rebaixe a ninguém.
Quando você se levantar de manhã, agradeça pela luz, pela sua vida e força.
Dê graças por seu alimento e pela alegria de viver.
Se você não vir nenhuma razão para dar graças, a falha se encontra em você mesmo.
Não toque a aguardente venenosa que transforma os sábios em tolos e rouba deles suas visões. 
Quando chegar sua hora de morrer, não seja como aqueles cujos corações estão preenchidos de medo da morte,
e que quando a hora deles chega eles choram e rezam por um pouco mais de tempo para viverem suas vidas novamente de uma forma diferente. 
Cante sua canção de morte, e morra como um herói indo para casa.

É. Devemos viver nossa vida crentes de que estamos fazendo o que queremos, e da melhor maneira. Se tem algo que você quer fazer diferente, comece agora. O tempo presente é sua única certeza. E ele não pára, nem volta mais.

Abaixo trailer do filme. Tenham uma segunda-feira muito abençoada!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Nada pela metade